Segredos para a comunicação

Segredos para a comunicação

A boa comunicação depende de alguns princípios. Aprenda-os e estará no bom caminho para relacionamentos felizes e produtivos.

Sinceridade. Quem quiser começar com o pé direito deve ser franco e sincero logo de saída.

Tato. Tão importante quanto ser sincero é ter amor e consideração na maneira como se comunica, especialmente com pessoas que são naturalmente sensíveis ou quando o assunto for delicado.

Sabedoria. É o que ajuda a ter tato. As páginas da Bíblia têm muita sabedoria para ser aprendida, mas cada situação pode ser uma fonte de aprendizado sob medida para você, se você pedir a Deus por isso. É o que a Bíblia promete.1

Amor. Talvez você não faça ou não diga tudo certo, mas se as pessoas virem que está motivado por amor e interesse sincero, os riscos de pequenos problemas ou mal-entendidos se tornarem grandes são menores.

Oração. Às vezes, orar com alguém sobre uma situação da qual essa pessoa também partilhe pode ser um maravilhoso catalisador do entrosamento entre as duas partes.

Positividade. O otimista costuma gerar e atrair otimismo.

O momento certo. Saber quando dizer algo costuma ser tão importante quanto saber o que dizer. É igualmente imprescindível saber quando não dizer algo.

Disponibilidade. Entre as definições do dicionário para essas palavras temos: acessível; fácil de encontrar, conhecer, conversar, etc.; amigável. Quando alguém sabe que você lhe dará tempo, você ganhou um amigo ou amiga.

Atenção. Escute o que os outros têm a dizer sem os interromper, sem tentar apressá-los nem terminar suas frases por eles. Nada é mais efetivo para abrir um canal para o diálogo do que um bom ouvinte.

Abertura. As opiniões das pessoas e como abordam os problemas são tão diversas quanto são as pessoas. Permitir que os outros expressem seus pontos de vistas e sentimentos comunica respeito e promove trocas positivas e produtivas. As pessoas se sentirão muito mais à vontade com você e mais propensas a buscar seu conselho, se souberem que está aberto ao que têm a dizer, mesmo que não concorde com elas.

Empatia. Seja sensível às preferências, necessidades e humores dos outros. Pratique a Regra de Ouro.2

Senso de humor. Uma boa risada pode ser a chave para evitar que conversas potencialmente difíceis se agravem em intensidade. Relaxe!

Clareza. Seriam menos frequentes os mal-entendidos se as pessoas não fossem tão vagas nem se orientassem tanto por “dicas”. Não faça com que os outros tenham de adivinhar o que você quer dizer. Seja claro. Se não estiver seguro de que foi compreendido, pergunte.

Esforço. Às vezes, a comunicação é simplesmente uma questão de trabalho árduo.

Constância. As pessoas que se comunicam regularmente se entendem melhor e têm maiores probabilidades de resolver os problemas conforme surgirem.

Leave a Reply